Simone tem mais de 30 anos de experiência em
foodservice. Fundadora e CEO da Galunion, empresa especializada em inovação, conteúdo e consultoria para foodservice.

Após uma carreira de sucesso como executiva, já realizou mais de 350 projetos em todo o ecossistema do foodservice, desde indústria de ingredientes, alimentos, equipamentos, distribuidores, redes de restaurantes e operadores independentes.

É conselheira de empresas, realiza palestras sobre tendências do foodservice, participa do grupo de foodservice da ABF, coordena o grupo de transformação digital da ANR e tem parcerias estabelecidas também com a ABIA e IFB – tudo em prol do conhecimento e inteligência de mercado para o setor.

Conteúdo giro180.

Traga as métricas do e-commerce para a loja física

Gustavo Carrer

7 de abril de 2022

Tr4nsfoRmação de resultados – 4R’s – de foco no lucro para busca do bem de todos

Edmour Saiani

4 de abril de 2022

O que pode acontecer com o fechamento de 68 lojas físicas da Amazon?

Gustavo Carrer

30 de março de 2022

I.P.C. INSPIRAR PARA [C.O.M.P.R.A.R.]

Edmour Saiani

28 de março de 2022

Branding é no gerúndio.

Zeh Henrique

22 de março de 2022

O melhor Time de vendas no varejo

Edmour Saiani

3 de março de 2022

As marcas no Metaverso

Zeh Henrique

25 de fevereiro de 2022

Como o “store in store” pode remodelar o varejo

Zeh Henrique

23 de fevereiro de 2022

5 PENDÊNCIAS PÓS NRF

Zeh Henrique

16 de fevereiro de 2022

Experiência no varejo tem que gerar ROI

Gustavo Carrer

15 de fevereiro de 2022

Paradoxos do Varejo Atual

Gustavo Carrer

15 de fevereiro de 2022

Nova era do Gerenciamento por Categoria

Fatima Merlin

3 de fevereiro de 2022

Web Summit: percepções, aprendizados, atualizações, ideações e trocas

Silaine Benzobas

2 de fevereiro de 2022

A loja física é uma paixão eterna

Jacques Meir

24 de janeiro de 2022

NRF 2022: destaques do último dia do maior evento do varejo

Jacques Meir

18 de janeiro de 2022

NRF 2022: insights do penúltimo dia do congresso em NYC

Jacques Meir

18 de janeiro de 2022

NRF 2022: desafios e promessas do metaverso para os varejistas

Jacques Meir

16 de janeiro de 2022

NRF 2022: Tendências que vão moldar o varejo

Jacques Meir

16 de janeiro de 2022

NRF 2022: A experiência do cliente e sua influência na transformação do varejo

Jacques Meir

15 de janeiro de 2022

Táticas para a tomada de decisões e o futuro da loja física

Jacques Meir

15 de janeiro de 2022

Tendências de varejo 2022: 8 caminhos que você vai ter que percorrer

Edmour Saiani

2 de fevereiro de 2022

O seu negócio está conectado com a chamada “Economia da Longevidade”?

Silaine Benzobas

2 de fevereiro de 2022

Perguntas Frequentes

Vale a pena ir à NRF? O que verei por lá?

Vale. Muito. A NRF é o maior evento do varejo mundial. Você conhecerá tendências, pessoas e oportunidades que vão mudar o jeito como você enxerga o varejo e o mercado de consumo.

O investimento vale a pena?

Sim. Além de acompanhar de perto a evolução do varejo no evento, você tem toda uma viagem inesquecível para aproveitar.

Por que devo ir?

O varejo e o mercado de consumo mudam a cada instante. A NRF é um evento em que você pode acompanhar de perto toda a transformação dos setores.

Devo ir sozinho ou em grupo?

A V180 acredita que, quanto mais pontos de vista, mais formas de enxergar as oportunidades. Por isso, recomendamos que você vá sempre com grupos guiados. Aqui, queremos conectar você ao nosso time de experts que faz acontecer.

E se eu apenas acompanhar os eventos pós-NRF?

O evento é intenso e dinâmico. Como cada pessoa tem uma visão sobre as tendências, a melhor forma de acompanhar debates, palestras e apresentações para ter a sua própria visão é participando.

A Varejo180 é perfeita para quem:

Busca evolução constante, possui ótimas referências, mas entende a importância da curadoria para não perder tempo.

Quer estar em um grupo que estimule o debate e a interação de maneira próxima, leve e descontraída.

Não gosta de modismos, bajulações e procura por networking que traga negócios reais.

Deseja conteúdo dinâmico e relevante para a sua realidade e não se interessa por palestra show.

Quer trocar ideias com profissionais diferentes e não as mesmas figurinhas carimbadas.

Espera que visita técnica não seja apenas passear por lojas sem objetivos claros.